Circuito Chico e Circuito Grande

Estas são duas das excursões tradicionais que se pode fazer em Bariloche, as duas são recomendáveis e imperdíveis.

 

O circuito chico é o passeio mais tradicional da cidade, seria como uma carta de apresentação de Bariloche. Pode ser realizado de manhã ou de tarde e dura umas quatro horas (horários: 9:00 as 13:00 / 15:00 as 19:00). Serão transitados mais de 60 Km, na maior parte se bordeia o emblemático Lago Nahuel Huapi e são feitas diferentes paradas em pontos importantes da cidade. Uma das principais paradas é no Cerro Campanário, onde é opcional subir pelo teleférico até o cume. São 8 minutos de subida até chegar ao topo da montanha, onde tem uma confeitaria e mirantes para a Cordilheira dos Andes e também para a parte leste, onde se vê a cidade de Bariloche de longe. Depois, de volta ao caminho, se visita a zona do histórico Hotel Llao Llao e Capela São Eduardo. O ponto panorâmico é outra parada clássica para foto. Este passeio sai todos os dias, durante todo o ano, ideal para fazer como primeira excursão, muitas vezes vem incluída nos pacotes turísticos junto com a visita ao Cerro Catedral.

Algumas fotos do circuito chico:

 

 

Hotel Llao Llao
Agora vou falar do circuito grande, que não se faz no inverno, somente de setembro a maio. Nesta excursão serão conhecidos diferentes ambientes naturais (bosque e estepe) em aproximadamente 240 km. Também são visitadas duas cidades, Villa Traful e Villa La Angostura, que pertencem a provincia de Neuquén. Uma das atrações é atravessar a estepe e conhecer suas formações rochosas de origem vulcânica, que apresentam diferentes figuras, como o dedo de deus. Natureza, história de povoadores e geologia, se misturam neste completo circuito que resume bem as características da Patagônia.  O horário deste passeio é de 8:30 da manhã até as 18:30, saídas às segundas, quartas e sextas.

Algumas fotos do Circuito Grande:

Mirante do Lago Traful
Villa La Angostura

Para marcar um atendimento personalizado em Bariloche é só me enviar um email a sabrinapoinho@gmail.com, como sempre será um prazer recebê-los pessoalmente e te ajudar a organizar um roteiro na cidade.

Espero por vocês!

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

23 pensamentos

  1. Oi Sabrina,

    No inverno, para fazer o circuito Chico e subir no Cerro Campanario é necessário alugar roupas para neve ou dá pra ir com roupas próprias (calça jeans, jaqueta…)?

    Obrigada!

  2. Olá!

    Vai depender muito da época na qual viajarão e tem que levar em consideração a possibilidade de combinar o Circuito Chico com o Cerro Catedral, o que é interessante de se fazer para aproveitar bem o dia. Neste caso, se o passeio for no inverno, seria bom ir com a roupa de neve e em outras épocas só fazendo o Circuito Chico não é necessário, o que sim é importante estar abrigado se não for no verão.

    Abs

  3. ola sabrina, qual o valor do circuito chico no verao, estamos com um pacote para janeiro de 2017, somos de Minas tambem, moramos em Ubá, perto de Juiz de fora. tem como me enviar por email, valores do seus passeios. estaremos hospedados no GOVINDA HOSTEL, perto do Lago Nahuel Huapi e do Centro Cívico. meu email johnnymg9@live.com

  4. Boa noite conterrêneos!

    Somente teremos confirmadas as tarifas para janeiro de 2017 em dezembro, estarei divulgando as tarifas aqui pelo blog. Mais próximo a sua viagem nos falamos novamente.

    Abs

  5. Olá, boa noite!

    Boa pergunta! Este passeio nao é feito no inverno, fora exceções, porque tem um caminho agreste saindo de Villa Traful que se complica devido ao clima. No inverno você poderá substituí-lo pelo passeio a Villa La Angostura e Cerro Bayo.

    Abs

  6. gostei das dicas mas, tenho pretensão de ir em 2018 com certesa entrarei em contato.

  7. Sabrina, tudo bem?
    Irei para Bariloche em Maio ( chego dia 19 precisamente) e gostaria de saber sobre o clima! Estará frio? Tem chance de neve??? Ou ainda estará mais quente??? Qual o tipo de roupa que poderemos levar??? Estará na viagem minha mãe e uma tia!

  8. Boa noite, chegarei em Bariloche no dia 01/09, essa época ainda tem neve, e quanto sai os passeios ?
    Obrigado

  9. Olá Sabrina, boa noite!
    Parabéns pelo site. Estamos nos planejando há algum tempo (é a nossa primeira vez em Bariloche) e seu site tem nos ajudado bastante! Eu e minha esposa vamos passar a nossa lua de mel lá (15 a 21/08/18) e gostaríamos de saber com vocês as opções e valores dos passeios para o período.

    Obrigado!!

    1. Olá Pablo, obrigada!

      Aqui no blog poderá ir vendo as tarifas oficiais na página “valores”. Irei atualizando na medida que as tarifas sejam divulgadas.

      Te esperamos na na Destino Sul, na Galeria del Sol em Bariloche!

  10. Boa noite, Sabrina
    Estarei indo agora em Julho, e vi aqui q no Cerro Otto na parte alta não vai estar funcionando, irmos pela manhã pra Pietras blancas o q recomendado para se fazer a tarde.
    Sim, o circuito chico, pequeno é necessário roupa de neve? Muito obrigada e muito bom sua página

  11. Boa tarde Sabrina, tudo bem? O circuito chicco finaliza no Hotel Llao Llao? É possível ficar no hotel para o chá da tarde?

    1. Boa tarde Camila! Desculpe a demora em responder, mas estamos na temporada de inverno e conseqüentemente, há muito movimento na nossa agência receptiva em Bariloche com a chegada dos turistas brasileiros. O Circuito Chico passa pelo Llao Llao, mas nao entra no mesmo. Este hotel está a 24 Km do centro, portanto caso queira ficar para o chá da tarde, teria que voltar por conta própria. O circuito finaliza onde você foi buscada ou no centro. Abs

Deixe uma resposta