Vulcão Tronador: onde se encontra a geleira negra

 

Tronador, em minha opinião, é uma das excursões mais bonitas que se pode fazer em Bariloche. Este morro, que é um vulcão (por sorte dizem que está inativo), é o mais alto das redondezas da cidade, mede  mais de 3400m e forma parte da Cordilheira dos Andes. Tem três picos sendo que um é argentino, outro é chileno e um terceiro é neutro (já contarei sobre a história sobre os conflitos para definir os limites entre Argentina e Chile).

 

O passeio começa saindo do centro, passando pelos “bairros altos” (parte mais carente da cidade) e chegando à rota 40, indo para o sul da Argentina.  Depois a van começa a bordear o lago Gutierrez e também onde se pode apreciar os morros Otto e Catedral desde outro ponto. Seguimos pela Rota 40 escutando as histórias que brinda o guia, e começamos a bordear outro Lago importante, chamado Mascardi, isso significa que falta pouco para entrar no desvio que começa a subir na cordilheira por um caminho de terra.

13548_627527790627088_1753833192_n

Quando entramos neste setor, está uma casa de guarda parque, onde atualmente os estrangeiros tem que pagar uma entrada a Parques Nacionais de 65 pesos. Neste setor tem banheiros. Segue o passeio pelo caminho estreito, já se transita por uma área protegida por Parques. Pelo caminho, tem praias, montanhas, bosques e um mirante ao Lago Mascardi onde desde este setor, podemos observar a Ilha Coração.

Destino Sul - Bariloche para Brasileiros
 tronador 10

 

Depois que a van sobe por um tempo, atravessa um grande vale de montanha (que foi um passo histórico muito importante que usavam os jesuítas para chegar a Bariloche desde o Chile, deixo o resto para ser contado pelo o guia). Já podemos ir apreciando a geleira ou glaciar do vulcão cada vez mais e depois de sair do vale e subir um pouco mais, a van chega a um setor que se chama Pampa Linda, que é uma parada para almoçar e recarregar energias, geralmente por uma hora. Neste lugar tem duas opções de restaurantes.

 

DSC_0314

 

De volta ao caminho, vemos cada vez mais de perto a grande atração do passeio. Finalmente o veículo estaciona em um setor onde se encontram os mirantes para o glaciar “ventisquero negro”, que tem este nome justamente porque na sua parte final, onde o glaciar se regenera, os pedaços de gelo que vão caindo se misturam com a terra e com pedaços de pedra. Quando o gelo se desprende, faz um ruído similar ao de um trovão, por isto este morro se chama “Tronador”. Neste setor onde estão os mirantes ao glaciar, é prudente fazer silêncio para tentar escutar a “trovoada”. Depois de contemplar esta maravilha da natureza, o passeio segue um pouco mais até um lugar cheio de pedras onde se pode fazer uma pequena trilha para chegar a um lugar chamado “Garganta del Diablo”, onde se encontra uma cascata formada pelo derretimento do gelo dos glaciares do Tronador. A partir das 16 hs, começa o regresso a cidade que será finalizado as 18:00 mais ou menos.

 

Passeio clássico Imperdível!

 

Horário: 9:00 as 18:00 /Sai durante todo o ano

 

 

 

 

 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

16 pensamentos

  1. ola,
    Estou indo com meu filho de 12 anos a Bariloche, o passeio ao Cerro Tronador da para fazr com ele?
    aproveito para tirar outra duvida, o Esqui Bunda tem na Piedra Blanca e outro no Cerro Otto?

    Desde de ja agradeço,
    Aguardo vosso contacto.

  2. Boa tarde Paulo, o parque principal de ski bunda é Piedras Blancas, que está em um dos setores do Otto e tambem quando tem neve suficiente realizam ski bunda no setor da confeitaria giratória, também no Cerro Otto.

    O Tronador é um passeio com um guia para curtir a paisagem e saber muitas informacoes sobre a regiao, a realizacao do mesmo dependerá do perfil do seu filho, geralmete as criancas preferem passeios com atividades.

    Abs

  3. Boa noite Fernanda, geralmente nao precisa, a nao ser que haja muita neve no caminho e neste caso é bom ir protegido para nao se limitar quando fizer as paradas.

    Bjs

  4. Olá Sabrina, planejo fazer este passeio agora início de junho e estarei com meu bebê de 1 ano e 4 meses. A rota passando pelo Lago Gutierrez até o Mirador Mascardi possui infraestrutura de restaurante ou parada no caminho? Obrigada!

  5. Olá Rafaela, nesta passeio tem uma parada com banheiro na entrada do caminho ao Tronador onde se para para pagar a entrada do Parque Nacional e outra para em Pampa Linda, onde tem restaurante.

    Bjs

  6. Bom dia Wesley.

    A principal atração deste passeio é a geleira e considero um dos melhores passeios para fazer em novembro.

    Abs

  7. Boa noite. Vale a pena fazer este passeio em janeiro já sem geleiras? Não seria melhor trocar por outro?

    1. Bom dia Márdamo.

      A geleira que está no Tronador é milenária e está presente inclusive no verao. Vale muito a pena fazer este passeio, principalmente nesta época. Abs

Deixe uma resposta