Quais são as informações mais buscadas pelos brasileiros sobre Bariloche?

Você vai viajar a Bariloche e tem muitas dúvidas? Saiba quais as principais informações sobre esta cidade no blog Bariloche para Brasileiros. Todas elas foram baseadas nas consultas que os brasileiros me fazem diariamente por email e pela minha experiência no turismo em Bariloche.

Postagem atualizada no dia 22/10/2017 

Então, vamos tirar as principais dúvidas sobre Bariloche?
 
Qual roupa levar no inverno em Bariloche e onde alugar?

 

 
 
Postagens deste blog para encontrar esta informação:
 

 

Comentários atuais: O valor da diária do aluguel da roupa em 2017, oscilou entre 200 e 400 pesos em Bariloche, de acordo à loja e à qualidade. A cada temporada eu estarei fazendo um convênio com alguma loja de Bariloche que ofereca a melhor oferta aos meu clientes e estarei divulgando as tarifas aqui no blog.
 
Quanto eu levo para gastar e qual moeda devo levar a Bariloche?
 
 
 
 
 
Comentários atuais: O câmbio oficial e o paralelo estão quase equiparados na Argentina, igualmente segue compensando trazer reais e dólares (principalmente dólares) em notas altas para trocar aqui mesmo na Argentina, não compensa comprar pesos no Brasil. Também muitos lugares aceitam diretamente pagamento em reais e dólares, nos comércios e restaurantes mais turísticos. Trazer dólares ou reais é quase o mesmo, mas o dólar continua sendo a moeda mais aceitada de um modo geral aqui na Argentina.
 
Com relação aos gastos, eu não posso saber quanto exatamente você deseja e poderá gastar na sua viagem, esta resposta não é padronizada. As postagens escritas neste blog somente servem para dar uma leve noção de gastos, sem contar que qualquer previsão para meses depois é complicada na Argentina, devido à inflação e a instabilidade econômica.
 
 
Qual hotel em Bariloche você me recomenda?
 
 
 
 
Postagens deste blog para encontrar esta informação:
 
 
Comentários atuais: Em breve estarei divulgando um listado com os hotéis de diferentes categorias que mais são procurados pelos turistas brasileiros. 
 
 
Vai nevar em tal dia? Qual o melhor mês para pegar neve?
 
 

 

Postagens deste blog para encontrar esta informação:

 

 
Comentários atuais: Com as mudanças climáticas a nível mundial, o que seria normal em cada estação vem sofrendo situações atípicas. A única previsão mais ou menos válida para saber se vai nevar seria com no máximo 10 dias de antecedência, com meses de antecedência é impossível. No próximo inverno pode ser que tenha mais neve em julho ou agosto, não tem como saber agora o que ocorrerá. No início de junho geralmente chove mais e se iniciam as nevadas e o processo de acumulação nas montanhas, no final de junho talvez já tenha alguma estação invernal aberta. Em setembro ainda tem neve acumulada nas montanhas para realizar atividades, mas em menor quantidade, principalmente mais para o final deste mês. Se você viajar a Bariloche em junho ou no final de setembro ou na primeira semana de outubro, é bom estar consciente de que muitas atividades de neve podem não ser realizadas. Se a sua prioridade for ver neve, venha em julho ou agosto.
 
 
Quais passeios você me recomenda fazer?
 
 
 
Postagens deste blog para encontrar esta informação:
 

 

Comentários atuais: Os passeios mais recomendados para realizar no inverno são: tour ao Circuito Chico, Cerro Catedral (meio dia para passear ou passar o dia todo para esquiar), Villa La Angostura e Cerro Bayo, caminhada com raquetes no Cerro Lopez (Roca Negra), “Noche Nórdica” (passeio noturno onde se dirige um quadriciclo especial de neve e jantar completo) ou circuito diurno de quadriciclos, ski nórdico, caminhada a lagoa congelada ou Vivencias do Espacio Neumeyer (Valle del Challhuco), a navegação a Isla Victoria e Bosque de Arrayanes eo ski bunda em “Piedras Blancas”. Dependendo do seu perfil, também recomendo outras opções de atividades de aventura, que são realizadas também no inverno: a tradicional cavalgada com churrasco dos Baqueanos e o Canopy (tirolesa). O passeio à confeitaria giratória do Cerro Otto poderá ser realizado de maneira independente, a empresa do Teleférico Otto oferece ônibus gratuito de ida e volta desde o centro aos clientes que compram o ticket nas cabanas da Rua Mitre quase na esquina da Rua Villegas e início da Rua San Martin (atrás do jardim do Centro Civico).

 

Passeios para serem feitos fora do inverno: Circuito Chico com subida ao Cerro Campanario (onde tem mirantes e confeitaria), Confeitaria giratória do Cerro otto, Cerro Catedral, onde poderia subir por um teleférico desde a base para chegar ao cume da montanha, onde tem mirantes e restaurantes. Também poderiam fazer uma navegação à Ilha Victoria e Bosque de Arrayanes ou a Puerto Blest, Vulcão Tronador, San Martin de Los Andes ou Circuito Grande e El Bolson. Também é possível fazer atividades como cavalgada, tirolesa (canopy), rafting, bicicleta, andar de veleiro e caiaque.
 
Perguntas e respostas rápidas sobre as principais dúvidas para organizar a sua viagem a Bariloche

 

 
 
Postagens deste blog para encontrar esta informação:
 
 
 
Comentários atuais:  Estou em processo de remodelar o blog e preparar a temporada de inverno do ano que vem, com muitas promoções e novidades. No momento certo estarei anunciando e enviando aos meus contatos. Para receber estas informações é só enviar um email a sabrinapoinho@gmail.com
 
 
Quais restaurantes em Bariloche você me recomenda?
 
 
 
Postagens deste blog para encontrar esta informação:
 
 
Comentários atuais: Atualmente os meus restaurantes preferidos de carne são o Alto El Fuego, o Salamandra e o Boliche de Alberto. Os residentes de Bariloche também freqüentam muito o El Galpon de Salo para comer carne, esta é uma opção também interessante e mais econômica. Também gosto de comer massa no I’Italiano e no Nebbiolo. O Girula é o meu lugar preferido para comer pizza, mas também gosto de ir no Dirty Dick’s. O restaurante Kostelo é bem interessante também, está no centro e de frente para o lago. O meu prato favorito aí é a truta. Para tomar uma cervejinha artesanal tem muitas opções em Bariloche, geralmente vou a Manush e Bachmann, localizadas no centro. O restaurante Família Weiss, la Marmite e o La Casita são opções para quem gosta de conhecer lugares tradicionais, comer fondue e estar em um ambiente com uma decoração típica de Bariloche. 
 
Mais uma vez, muito obrigada a todas aquelas pessoas que acompanham o blog e a todos que confiam no meu trabalho, espero que de alguma maneira esta página e o meu atendimento possa ajudá-los a organizar a viagem e a passar dias inesquecíveis neste paraíso, que é um dos destinos de inverno mais queridos e preferidos pelos brasileiros.

 

 
Aguardem as novidades e se estiverem programando uma viagem a Bariloche, não deixem de entrar em contato, o meu email é sabrinapoinho@gmail.com

 

Uma ótima semana e espero por vocês!
 
 
 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

6 pensamentos

  1. Boa noite Sabrina.
    Meu nome é Marcilene.
    Moro em Salvador/BA e irei em Bariloche no período de 24/06 a 01/07/2016 com meu marido, meu filho de 8 anos e meu filho de 1 ano e 7 meses e estou com duas duvidas principais:
    *** É fácil comprar roupas de inverno (luvas, gorros, casacos)e roupas de neve (impermeáveis, botas, etc) para crianças aí em Bariloche? Os preços são bons? Aqui em Salvador não temos muitas opções.
    Outra dúvida, meu filho mais velho tem alergia alimentar múltipla ( não pode comer trigo, leite e ovo). Aí em Bariloche tem restaurantes, lojas com produtos para alérgicos? Você sabe me informar se essas lojas possuem sites para que eu possa verificar as opções?
    Certa de seu breve retorno, agradeço desde já.

  2. Boa noite Marcilene!

    Nao está compensando comprar roupas aqui em Bariloche, se puder conseguir comprar algum acessório aí no Brasil deria o ideal. Muitos estao comprando na loja Decathlon aí no Brasil, se nao tiver a loja física em Salvador, você poderia comprar por internet. Sei que alguns restaurantes, dietéticas, confeitarias e inclusive nos mercados tem produtos para celíacos, mas sinceramente nao saberia te dizer se possuem o mesmo para uma alergia mútipla. Igualmente, em alguns reataurantes creio que seria o caso de conversar e passar o caso para o chef e seguramente tomarao os devidos cuidados para adaptar algum prato do menu para o que o seu filho possa consumir.

    Se você desejar, me envie um email à sabrinapoinho@gmail.com para que eu já possa ter o seu entre os meus contatos e desta maneira, te enviar mais adiante as novidades de inverno.

    Beijos

  3. Sabrina estarei indo para Bariloche dia de julho , eu , meu marido e meu filho de de 8 anos!minha duvida cruel eÇ compro os passeio aqui, com minha agente de viagens ou deixo para comprar ai

  4. Oi Sabrina, meu nome e Marcia nem me identifiquei, obrigada pela resposta, entao! entao chegando ai dia 01 de hulho vou te procurar na agencia apra fecharmos o pacote. Muito obrigada!

Deixe uma resposta