Como levar dinheiro para Bariloche?

O que é melhor? Real, dólar, pesos, cartão de crédito, transferências internacionais? Dicas essenciais para fazer o seu dinheiro render muito mais na sua viagem

cotação dólar real

Atualização 07/02/2022

Cartão de crédito, real, dólar, pesos argentinos, transferências internacionais, saques em caixas eletrônicos com débito internacional? O que compensa mais?

Não existe uma resposta única e o ideal é ter uma “carteira” diversificada e versátil. Todas as opções tem seus prós e contras, mas isso não faz delas igualmente convenientes no fim. Algumas tem bem mais desvantagens ou vantagens que outras.

Antes de analisar cada uma, é importante entender o que é o câmbio blue e o oficial.

Câmbio blue e oficial, qual a diferença?

O câmbio blue é como se chama na Argentina o câmbio paralelo ou informal. Apesar de informal e paralelo, ele representa mais verdadeiramente o “valor de mercado”, ou seja, por quanto as pessoas, empresas, estabelecimentos estão de fatos dispostos a pagar ou vender.

O câmbio oficial, apesar de oficial, é definido artificialmente e não representa o valor de mercado. É cerca de metade do valor do câmbio blue. Se você trocar seus reais no câmbio oficial, vai receber cerca de metade do valor por eles.

Claro, o dólar blue também é supervalorizado porque o acesso do argentino a comprar dólares e outras moedas estrangeiras é muito restrito e o peso argentino desvaloriza e perde poder de compra muito rápido.

A realidade é que o câmbio blue na Argentina é o valor real da rotina dos argentinos, é aplicado inclusive para vendas de imóveis. É o câmbio que os comércios usam e os residentes também quando precisam comprar moedas estrangeiras. É exagero dizer que se você paga com reais um kilo de chocolate a um câmbio blue é contravenção. Bariloche é uma cidade turística, vive do turismo e moedas estrangeiras são parte da rotina da população e do come’rcio, principalmente nas áreas turísticas.

Diante desta realidade, analisemos cada opção.

Levar dinheiro em espécie (vivo)

Dólares

Prós: tem o poder de compra mais alto de todos. É amplamente aceito em Bariloche e com cotação do câmbio blue. Normalmente os estabelecimentos oferecem uma cotação ainda melhor ou descontos para quem paga em dólar. Pode levar de volta para o Brasil o que sobrar sem preocupação. Outra vantagem é que o dólar é uma ótima moeda para ir juntando ao planejar sua viagem e sempre terá um excelente poder de compra na Argentina.

Contras: o risco de andar com dinheiro em espécie e não poder trocar com qualquer um. Troque em lugares de confiança ou pessoas recomendadas. Se oriente pessoalmente na sua agência de confiança na Argentina. Precisa fazer câmbio no Brasil.

Reais

Prós: tem um ótimo poder de compra e é amplamente aceito em Bariloche como se fosse moeda local e com a cotação no câmbio blue ou bem próxima ao blue. Tem a vantagem sobre o dólar de não precisar fazer câmbio no Brasil. Pode levar de volta para o Brasil oque sobrar sem preocupação.

Contras: o risco de andar com dinheiro em espécie e não poder trocar com qualquer um. Troque em lugares de confiança ou pessoas recomendadas. Se oriente pessoalmente na sua agência de confiança na Argentina. Recentemente, com a pandemia e a redução drástica do turismo brasileiro em Bariloche, o real está valendo um pouco menos que o de costume, mas a medida que Bariloche vá voltando a ser Brasiloche, o real deverá retomar todo seu poder de compra no câmbio blue e aceitação como moeda corrente.

Pesos argentinos

Prós: aceito em qualquer situação, a não ser que vá comprar um imóvel. Se quiser levar um poucode pesos por segurança, o Banco La Nación nos aeroportos de Buenos Aires são a opção menos pior para trocar reais por pesos. No Brasil, é a pior.

Contra: perde-se muito dinheiro comprando e vendendo pesos. No Brasil nem se fala. O peso se desvaloriza muito rápido, então, não vale a pena levar de volta para o Brasil nem mesmo que espere viajar para a Argentina de novo no mês seguinte. Tenha sempre um pouco consigo (para pagar uma entrada de Parque Nacional ou um táxi), mas nunca em grande quantidade e não leve de volta para o Brasil nenhum peso, a não ser como recordação.

Cartão de crédito

Pró: prático.

Contras: paga IOF e tem como referência o câmbio oficial, ou seja, você vai pagar cerca do dobro do valor quando chegar a fatura. Outra desvantagem é que em Bariloche o cartão internacional nem sempre funciona ou é aceito e não é como no Brasil em que todos os estabelecimentos aceitam todas as bandeiras ou ao menos Visa e Mastercard. Em Bariloche há estabelecimentos que só aceitam Visa ou só Mastercard, por exemplo. De um modo geral, o comerciante argentino não gosta de cartão devido às taxas e prazos de pagamentos dos bancos.

Serviço de transferência internacional

Há algumas empresas que oferecem o serviço de transferência internacional e hoje em dia enviar o dinheiro para o exterior pode ser bem prático e barato, feito por app, telefone ou em lojas. No entanto, receber pode não ser tão simples. Vejamos:

Prós: tem empresa que oferece a cotação próxima ao câmbio blue.

Contras: há uma pequena taxa de envio. Pode levar até 72h para receber no destino, normalmente leva 1 dia ou menos. Você receberá todo o valor enviado em moeda local, ou seja, pesos. O problema maior é que não há muitas lojas onde retirar o dinheiro enviado. Há lugares que são em supermercados ou “quioscos” (uma lojinha de guloseimas típica da Argentina) e nem sempre eles têm o valor total para sacar. Normalmente este serviço está fechado no fim de semana. Há filas (imagina em alta temporada) e ao chegar a sua vez, pode descobrir que não tem dinheiro suficiente para retirar e precisará ir mais longe. Esta talvez seja uma excelente opção para brasileiros que moram ou estão passando uma longa temporada em Bariloche. Mas para quem está fazendo turismo, passando uma semana ou um pouco menos ou mais, isso pode ser um grande contratempo e aborrecimento. Não é nada legal ter que ir atrás do dinheiro que enviou em outras regiões da cidade fora do habitual. A última coisa que um turista em Bariloche vai querer é perder esse tempo, ficar cheio de pesos ou, pior, voltar com muitos para o Brasil. Em suma, você pode se aborrecer e perder um tempo da sua viagem com isso, mas vai economizar um pouco desde que não leve muitos pesos de volta para o Brasil. Não é uma opção que permita ir enviando conforme a necessidade. Ou sua viagem vai ser dentro de lojinhas esperando para sacar dinheiro.

Pró: prático.

Contras: essa é uma opção mais emergencial, pois normalmente os bancos cobram taxas de serviço altas, a cotação não vale a pena e os limites para saque podem ser baixos.

Conclusão

O que recomendamos: se você vai viajar a Bariloche ou qualquer outro destino da Argentina, não use só uma maneira de ter e trazer dinheiro para os gastos no destino. Com certeza, leve dinheiro em espécie, reais e se puder dólares em notas altas. Também recomendamos ter sempre um cartão internacional e usar como última opção ou para emergências, caso queira que o seu dinheiro renda o dobro. Não viaje sem dinheiro em espécie, só com o débito, achando que vai suprir os gastos sacando dinheiro em pesos em um caixa eletrônico na Argentina. Além do câmbio desfavorável, taxas e impostos, o limite de saque por dia é baixo.

A economia na Argentina é diferente a do Brasil, tem a particularudade do câmbio blue. Hoje em dia no Brasil só se usa cartão e o papel moeda se usamuito menos que na Argentina. Porém, para o turista estrangeiro na Argentina, usar dinheiro em espécie aumenta o seu poder de compra drasticamente.

cotação dólar

Atenção: nós não somos economistas ou agentes financeiros, não estamos prestando consultoria financeira e nem pretendemos dizer como você deve gastar ou investir o seu dinheiro. Além disso, panoramas econômicos mudam e o que é vantajoso na data de publicação desta matéria, pode não ser no futuro.

Contato: atendimento@barilocheparabrasileiros.com.br

Avatar

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

42 pensamentos

  1. Olá, ótimo posto.
    Vocês teriam quanto esta o câmbio paralelo em Bariloche?
    Estou indo em agosto, e gostaria de me programar melhor.

    1. Oi, Rodrigo. Difícil dizer porque varia muito o preço de um ponto a outro. A nossa recomendação é que troque reais por pesos no Banco de la Nación nos aeroportos Ezeiza ou Aeroparque em Buenos Aires.

    2. Oi, Rodrigo. Nossa recomendação é que troque reais por pesos nos aeroportos de Ezeiza ou Aeroparque em Buenos Aires, no Banco de la Nación. Muito difícil dizer quanto está o paralelo pois varia muito rápido e de lugar para lugar.

    3. Melhor levar dolares e trocar na av.principal, dentro das galerias que tem os “arbolitos”na porta(puxadores de câmbio).
      Em quanto a cotação procura na internet,ali aparece todos os dias

      1. O ideal é levar uns pesos para gastos imediatos na chegada, como taxi, agua, pagar a tarjeta sube, etc
        e o resto em dólares, com ele na mão troca por dólar paralelo ,em geral está mais alto que o oficial.
        Real nunca compensa.

  2. Bom dia
    Estou indo a Bariloche nesta segunda e gostaria de saber quanto está a cotação do dólar e do real. Obrigada

  3. Parabens pelo blog!! Nos ajuda bastante, estou indo agora dia 14/07 para Bariloche, vcs falaram da cotacao do Real/Peso no comercio de Bariloche, que esta em torno de 1 Real por 6,00 a 6,50 Pesos, e o Dolar, qual a cotacao aproximada que encontro no comercio e casas de cambio de Bariloche.

    1. Oi, Sergio! Ficamos felizes de saber que o blog está ajudando bastante a planejar sua viagem. É complicado passar esse tipo de informação, pois ela muda de um dia para o outro. Posso dizer que ontem e hoje vi o valor do dólar no comércio oscilando de 25 a 30 pesos. Por isso é sempre importante estar de olho em 2 coisas quando for pagar por um serviço ou produto com dólar ou real: 1) a cotação do dólar e do real da loja e dos concorrentes; 2) o valor em pesos do produto ou serviço. Afinal, de que adianta uma loja com a cotação de 30 pesos o dólar enquanto as outras estão fazendo por 28 pesos, quando cobram o dobro das demais lojas pelo mesmo produto ou serviço? Muitos brasileiros caem nessa pegadinha. Um abraço!

  4. Boa noite.
    Gostaria de saber horário de funcionamento do Banco no aeroporto de Buenos Aires.

    1. Bom dia Jadna, nao saberia te dizer. Alguém poderia aportar com essa informação? Abs

  5. boa tarde tudo bem? no aeroporto de Bariloche tem esse banco? vou meu vôo será direto de Campinas para Bariloche….

  6. Olá, irei em Bariloche dia 28/07 porem meu voo é direto para lá, tem alguma casa de cambio que posso trocar no aeroporto de bariloche?

    1. Flávio, não tem casa de câmbio no aeroporto de Bariloche. Nesse caso, pergunte em nossa agência onde está melhor trocar na cidade no dia que chegar.

  7. Olá, chego essa semana em bariloche num voo direto de SP pra bariloche e meu voo chega na cidade as 18:00. Será que eu encontro local para fazer cambio a noite na cidade? Ou consigo me cirar bem com real nessa primeira noite?

        1. Oi, Elaine. Sim, aceitamos cartão de crédito internacional. Não esqueça de avisar ao banco que vai viajar para ele autorizar o uso do cartão no exterior.

  8. Tive informação aqui no Brasil que em Bariloche, devido à crise, os estabelecimentos não estão aceitando cartão de crédito. É verdade? Ou eu vou poder comprar os passeios e pagar alimentação com cartão de crédito? Estou pensando em procurar vcs no dia que eu chegar (29). Vcs aceitarão cartão de crédito?

    1. Aceitamos cartão de crédito internacional e em todos os estabelecimentos que fui em Bariloche também aceitam. Essa informação sobre não se aceitar cartão de crédito em Bariloche devido à crise é puro boato.

  9. Estão aceitando normalmente cartão de crédito em Bariloche? E a compra dos passeios com vocês? Pode ser feita com cartão de crédito?

    1. Rapa….
      Bagé-rs.
      Vamos aí em agosto-2020
      Muito dicas legal e sentido o conteúdo da Net este foi uma dos melhor.
      Uma pergunta sobre o cartão pré pago internacional master.
      Aceita aí?
      Obrigado. E parabéns.

      1. Oi, Elaine! Obrigado! Sobre o cartão, procure sempre trazer mais diferentes cartões, pois na Argentina não é comum se aceitar todos os cartões em todos os lugares e alguns apresentam problemas na hora de “passar”.

  10. Flávio, na avenida Mitre, esquina com a Quaglia, tem uma ótima casa de câmbio, chamada Andina. Costumam trocar numa ótima cotação. Estou indo dia 23/07… boa viagem.

  11. Olá,
    Estou indo à Bariloche em janeiro de 2019. Gostaria de saber quais os passeios que posso fazer com minha família no verão.
    Obrigada.

    1. Oi, Mara! Fique ligada em nosso blog e na nossa loja online destinosul.com.br, pois teremos muitas novidades e passeios incríveis para o verão. Uma Bariloche incrível e fascinante que os brasileiros ainda estão por conhecer.

  12. Olá! Farei uma viagem de 3 dias e gostaria de saber se os estabelecimentos aceitam aqueles cartões Multi Money, carregáveis?

    Grata.

  13. Olá!
    Em setembro viajarei a Bariloche e gostaria de saber se a sua agência e os demais estabelecimentos aceitam aqueles cartões multi cash, que carregamos com dólar?

    Obrigada!

  14. Tenho duvidas, quanto de dinheiro devo trocar pra comer bem, passeios etc ? outra duvida, eu chegando em bariloche qual o endereço da agencia de vcs, vcs fazem todo o tramite para os passeios com um preço bom ? qual a melhor época pra ir de muita neve?

    1. Bom dia Thiago!

      Nao há respostas exatas quando se trata de gastos e quantidade de neve. Vou te passar alguns posts do nosso blog para ler sobre estes assuntos:

      https://barilocheparabrasileiros.com.br/2018/02/23/quanto-custa-viajar-bariloche/
      https://barilocheparabrasileiros.com.br/2016/12/02/qual-e-a-melhor-epoca-para-ver-a-neve-em-bariloche/

      Endereco: https://barilocheparabrasileiros.com.br/contatos/

      Os valores dos passeios em Bariloche sao tabelados, mas a cada tanto fazemos promocoes na agência.

      Abs

  15. Olá, Euros também são bem aceitos (Câmbio favorável) em Bariloche? Irei em Julho/19 com minha família, como tenho uma viagem em Junho para Portugal, terei Euros para levar. Obrigado por sua atenção.

    1. Olá Carlos, nao é comum usar Euros aqui em Bariloche, mas você poderá trocar esta moeda pro pesos em uma casa de câmbio sem problemas.

      Abs

  16. Voltamos de Bariloche dia 16/08 e tenho 7.000 pesos que restaram da viagem. Caso alguém se interesse vendo
    abaixo do câmbio do dia. whatsApp 11 920020031. Fabio.

Deixe uma resposta