Quanto custa viajar a Bariloche?

Quanto custa em média um pacote a Bariloche? Quanto eu devo levar para gastar com os passeios e alimentação? O blog Bariloche para Brasileiros te ajuda a ter uma noção de valores e gastos para planejar a sua viagem

É importante mencionar que os valores são uma média estimada. As variáveis são muitas. Há pessoas que viajam buscando gastar o mínimo. Preferem se hospedar em albergues. Já outras se hospedam em hotéis 4 ou 5 estrelas, aproveitando tudo ao máximo.

Para não ser 8 nem 80, vamos nos basear em um meio termo, que é o que opta a maioria dos brasileiros: ficar em um hotel 3 estrelas, comer nos principais restaurantes, fazer os principais passeios e viajar por 7 noites. Gastos para 1 pessoa adulta. Vamos lá:

Destino Sul - Bariloche para Brasileiros

– Pacote que inclui aéreo e hotel (7 noites): custa em média entre 3500 e 4500 reais no inverno e entre 2500 e 4000 reais em outras estações.

– 5 dias fazendo os principais passeios: entre 1500 e 2000 reais no inverno e entre 800 e 1100 reais em outras estações.

campa silvio

– Gastos de alimentação para 6 dias: entre 900 e 1100 reais em média

IMG_20180209_211647092
Cardápio do Boliche de Alberto, valores em pesos (fevereiro de 2018)

– Aluguel de roupa de neve para 5 dias: Em média uns 300 reais no inverno e em outras estações não é necessário ter este gasto.

– Comprinhas básicas (acessórios, chocolates, souvenirs, fotos) e gastos de taxi : Entre 600 e 1000 reais.

17- 6 emprotur nevada cc

Conclusão: Quanto custa viajar a Bariloche?

Gasto médio de uma viagem a Bariloche no inverno por 7 noites (alta temporada): 8000 reais aproximadamente. Média de 1200 reais por dia de viagem. Gastos diários no destino: entre 500 e 600 reais.

Gasto médio de uma viagem a Bariloche em outras estações e baixa temporada por 7 noites: 6000 reais aproximadamente. Média de 850 reais por dia de viagem. Gastos diários no destino: entre 300 e 400 reais.

É bom esclarecer que este valor é uma estimativa. Dependendo do que cada pessoa busque e queira aproveitar na viagem, é possível gastar mais ou menos.

O que eu recomendaria para o seu dinheiro render em uma viagem a Bariloche

Passagens aéreas e hotel serão a maior parte dos gastos da sua viagem. Parcelar no cartão sem juros ou usar suas milhas podem ser uma boa opção. Veja se o pacote aéreo+hotel vale realmente a pena. Pode ser que aproveitar o melhor momento e condições para comprar cada um fique mais em conta.

Para os gastos no destino, como passeios e alimentação, vá comprando sempre que puder dólares (em notas de 100) nos meses que antecedem a viagem. O dólar é a moeda mais valorizada na Argentina. Lembre-se que as notas menores são menos valorizadas no câmbio paralelo na Argentina. Saiba mais sobre qual moeda levar a Bariloche clicando aqui.

Atenção aos valores parcelados e a tudo que pode estar embutido ali

Cuidado com uma compra parcelada dos passeios de Bariloche em agências intermediárias no Brasil. O que pode parecer conveniente, fará com que você pague um valor bem acima do que seria o valor real dos passeios. Aqui no Bariloche para Brasileiros nós sempre informamos os valores oficiais e tabelados. Quando os valores tabelados ainda não foram divulgados, nós trabalhamos com uma estimativa com baixa margem de erro. Assim podemos vender os passeios de inverno com antecedência. Tudo para você se planejar melhor e economizar ainda mais.

Clique aqui e veja a melhor forma de comprar os seus passeios e saiba porque.

Não compre pesos no Brasil. Deixe para trocar os seus dólares e reais por pesos já estando na Argentina. Quer chegar ao destino já tendo alguns pesos? Compre um pouco no Banco Nación dos aeroportos de Buenos Aires, onde provavelmente o seu voo fará uma escala de algumas horas.

1000 pesos
Nova nota de 1000 pesos

Somos todos viajantes e sempre queremos aproveitar ao máximo

Para concluir, um pensamento que não vale só para os gastos de uma viagem internacional: sempre se pagará a mais um produto pelas “facilidades de pagamento” oferecidas pelos bancos e empresas. A tendência do mercado é que algumas empresas se tornem financiadoras disfarçadas. Vem por aí a “atrativa” oferta de vinte e tantas parcelas ou pague em vários anos, cujo um produto vale 100 e você termina pagando o dobro.

Bom, eu não sou economista ou especialista no assunto, mas algo aprendi trabalhando anos no turismo e vendo como é a maneira de comercializar produtos e serviços turísticos.

O nosso lema aqui no Bariloche para Brasileiros é: faça com um turista aquilo que gostaríamos que fizessem conosco quando viajamos. Esta é uma das razões pela qual optamos por trabalhar com um pequeno sinal para reserva e o restante pago no destino, aproveitando a valorização do dólar e do real (notas altas principalmente) ou até mesmo com o cartão de crédito internacional. Mesmo com IOF, ainda compensa muito mais que os valores parcelados que se veem por aí.

Aviso importante:

A agência está localizada na Galería del Sol, na Rua Mitre 340, loja 54 (andar superior). A Galería del Sol é a mais tradicional e charmosa de Bariloche e está no coração da cidade. A data de abertura da Destino Sul é na segunda, 11 de junho.

 

Estamos nos preparando para receber os turistas que já estão chegando a Bariloche e já se aproxima a temporada de inverno. Portanto, de junho a setembro, estaremos enfocando o atendimento e assessoramento sobre os passeios pessoalmente na agência Destino Sul em Bariloche, não por e-mail.

 

O atendimento mais personalizado por e-mail volta a partir de outubro. Agradecemos a sua paciência e apoio!

 

No blog também há várias informações para te auxiliar, como os valores tabelados em pesos e sugestões de roteiros.

Lembramos a todos que podem fazer suas reservas antecipadas de passeios em nossa loja online destinosul.com.br. Quem preferir, pode ir diretamente à nossa agência em Bariloche. Fica na Calle Mitre 340, loja 54 (piso superior), Galería del Sol, bem no centro da cidade. Horário de segunda à sábado das 9h às 20h30 e domingo de 15h às 20h30.

Obrigada a todos e esperamos vocês em Bariloche!

Saibam as novidades e notícias “fresquinhas” de Bariloche entrando na fan page do blog, clique aqui. Não deixe de curtir a página!

 Se inscreva no link  goo.gl/cd8w74para ficar por dentro das novidades!

 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

11 pensamentos

  1. Gastos realmente são relativos, mas só pra quem estiver lendo ter uma ideia melhor, fui em agosto de 2017 com meu marido (alta temporada), e as duas passagens + um bom hotel (design suítes) para 7 dias saiu por 6,5 mil (nós dois inclusos). Ou seja, dividindo quarto dá pra baratear bastante no hotel (e ficando de olho nas ofertas com antecedência). Comprei passagem pela Latam (2 mil por pessoa) e paguei 2,5 mil por sete diárias em quarto duplo em um excelente hotel (alta temporada, pelo site Decolar), que diminui a conta para 3.250 por pessoa, nesse quesito. A matéria está ótima, usei muito esse site na minha viagem e foi show.

    1. Bom dia Duda, obrigada por contribuir com a sua experiência, estou segura que este relato ajudará a outras pessoas. Me parece que você conseguiu ótimas tarifas e imagino que deve ter pesquisado muito para conseguir. Abraço

  2. Eu e minha esposa já visitamos Bariloche por duas vezes, 2016 e 2017. Realmente temos que economizar, porém para quem esta querendo conhecer vários locais em Bariloche eu darei algumas dicas. Cuidado ao trocar seu dinheiro, procure trocar com pessoa de confiança, muito cuidado ao comprar um passeio fora de uma Agência, eu presenciei um grupo de pessoas esperando pela pessoa que iria busca-los no Centro Cívico, todos estavam com “vaucher” falsos, pagaram mais barato, porém ficaram sem dinheiro e passeio.Na realidade não estou ganhando nada para indicar a Sabrina, pois em 2015 resolvi ir a Bariloche e não nego que fiquei com medo de ter problemas, só me tranquilizei quando conheci a Sabrina pessoalmente e vi que ela existia. Acredito que todos que vão pela primeira vez passa por isso, já fui duas vezes e se Deus permitir irei este ano outra vez. Ainda falta muita coisa para eu conhecer em Bariloche. Se você poder leve dólares em nota de 100 se for um casal e for passar dez dias leve uns 5.000 dólares, fora a passagem, não se esqueça que você perde um dia para ir e outro para voltar, isso fazendo voo com uma escala, se tiver com muito dinheiro tem voos diretos também. Sempre viajo pela Aerolíneas Argentinas boa viagem.

    1. Olá Manoel, muito bacana as suas dicas! Realmente é importante buscar lugares de confiança, no turismo, em qualquer lugar do mundo, pode passar este tipo de situação.

      Espero que você volte a terceira vez a Bariloche para conhecer meus novos projetos e parceiros.

      Um forte abraço e até a próxima!

  3. Sabrina, parabéns pela loja e pelo belo local que escolheu, realmente esta galeria toda de estrutura de madeira é muito bonita.
    Estive por aí em agosto do ano passado e Bariloche me surpreendeu…. é muito mais bonita que imaginava.
    Quando voltar farei uma visita à vocês da Bariloche para Brasileiros.

  4. Sabrina boa tarde, leio bastante suas orientações para comprar pesos no aeroporto de buenos aires. E quem vai com voo direto para Bariloche? Qual a melhor opção de comprar pesos?

    1. Oi, Adriana! Nesse caso, talvez o melhor seja levar dólares, caso consiga comprar por um bom preço no Brasil. Dólares em notas de 100 e sem rasuras, de preferência. Um abraço, Alejandro.

Deixe uma resposta