Vale a pena ir ao Cerro Catedral no verão?

 
O Cerro Catedral é considerado a maior estação de ski da America Latina, mas fora da temporada de inverno muitos se perguntam se vale a pena visitar este lugar quando não tem neve ou não se pode esquiar.  Creio que é interessante ir ao Catedral mesmo quando não esteja funcionando como estação de ski, é interessante poder conhecer a sua estrutura e poder subir a montanha através de teleféricos para poder desfrutar da paisagem e da gastronomia nas confeitarias que estão no alto. Vale lembrar que durante todo o ano existe um dos setores dos meios de elevação que fica habilitado para as pessoas que chegam em épocas fora do inverno.
 

 

 
Além da possibilidade de andar de teleférico e passear, os visitantes  podem realizar algumas atividades agora no verão como caminhadas em diferentes trilhas, andar de bicicleta (neste caso é necessário alugar uma bicicleta e comprar um passe especial para usar as trilhas), fazer tirolesa, fazer mountain board e deslizar com boias em esteiras.

 

Todos os passes ou teleféricos deverão ser comprados nas bilheterias do Cerro Catedral, que estão na base desta mesma montanha. O passeio de quadriciclo pode ser reservado através das agências, para as pessoas que desejarem encontrar comigo para organizar os passeios e realizar esta atividade, basta me escrever para marcarmos um encontro na agência.
 
Para chegar ao Cerro Catedral é possível pegar um ônibus comum da empresa 3 de Mayo ou contratar um a excursão que pode ser combinada com o circuito chico (das 9 as 17 hs) ou somente a que vai ao Catedral (das 13 as 17 hs), em ambos casos os turistas são buscados e deixados nos seus hotéis. Para quem pretende alugar um carro, o caminho é fácil apesar de sinuoso, a base desta montanha está a 18 Km do centro.

 

Convido a todos para conhecer Bariloche no verão e desfrutar da outra cara desta cidade. Aproveito para comentar que nesta época o clima aqui é cálido podendo chegar a fazer temperaturas próximas aos 30°C, mas também pode existir uma grande oscilação de temperatura em um mesmo dia (ex: mínima de 6° e máxima de 25°) e esporadicamente a chegada de alguma frente fria polar. Por isto é importante trazer roupas mais leves de verão e roupas um pouco mais abrigadas, o tênis também não pode faltar, ideal para realizar os passeios confortavelmente.

 

Espero que todos tenham começado bem o ano e que possam algum dia conhecer esta maravilhosa cidade!

 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

7 pensamentos

  1. Olá, Sabrina, boa noite. Adorei conhecer seu blog. Bem explicativo e muito interessante. Estive em Bariloche há poucos dias vindo do Chile através do Cruce Andino. Já estava encantada com as paisagens chilenas e quando ai cheguei não foi diferente. Quero voltar porque fiquei somente um dia e meio. Cheguei no dia 3 pela tarde, passei a noite e pela manha do dia 4 já estava indo. Fiquei com gostinho de quero mais. No inverno, ainda não, mas no verão. Adorei a cidade, a arquitetura, o lago, as montanhas, enfim, tudoooo. Estou fazendo planos para voltar neste fim de ano, com fé em Deus…Que cidade linda . E ficou mais linda ainda depois que vi um hombre muy hermoso, um não, vários….rsrsr. Bjus.

  2. Olá Patricia, obrigada por acompanhar o blog, que bom que você gostou!

    Imagino que o pouco tempo que você passou por Bariloche aumentou a vontade de conhecer mais, tomara que você possa voltar em breve. Quem será o príncipe barilochense que te encantou? rsss

    Me avisa quando você vier para agente se encontrar pessoalmente na agência e desta maneira organizar os seus dias na cidade.

    Beijos e até breve!

  3. Olá Sabrina. Irei a Bariloche com meu filho no dia 24/01 e gostaria de saber se há passeios para crianças, especialmente de quadriciclo. Você poderia me ajudar?

    Obrigada

  4. Boa taarde Sabrina, muito bom o Blog amei as dicas,
    estarei em bariloche em Abril e não fechei passeios no Brasil pq achei seu blog completo
    e pretendo organizar meus 7 dias com voce. como fazer?
    uma duvida: para Abril tenis comuns do Brasil e botas comportam a temperatura de Bariloche ja que não há neve?

  5. Olá Bruna, muito obrigada!

    Mais próximo à sua viagem poderíamos combinar um horário para nos encontrarmos pessoalmente na agência, desta maneira organizamos os seus passeios e você poderá tirar todas as dúvidas, será um prazer recebê-la! É só me avisar por email, sabrinapoinho@gmail.com

    Tenis e botas comportam bem o clima aqui em abril.

    Agente se fala!

    Beijos!

Deixe uma resposta