Atividades na neve no Cerro Catedral em outubro

O Cerro Catedral em Bariloche ainda oferece algumas atividades na neve em meados de outubro, saiba quais são na postagem de hoje do blog.

cerro catedral outubro
Vista do setor “Las Nubes” (Foto: Catedral Alta Patagonia)

Apesar da temporada de ski já estar encerrada em Bariloche, nesta época o Cerro Catedral oferece algumas atividades na neve: ski bunda, snow bike, bóias (donas), caminhada com raquetes e a novidade desta temporada, o snow bus.

O snow bus é um tour feito com um “pisa-pista” (Pisten Bully) que tem capacidade para 14 pessoas e realiza um trajeto que parte do setor “La Hoyita” e chega até o topo “Las Nubes”, onde é possível apreciar uma linda vista da cordilheira. O circuito dura aproximadamente 1 hora.

Para chegar ao local desta e das outras atividades é necessário subir o teleférico “Amancay” e depois a cadeirinha “diente de caballo”. O funcionamento dos teleféricos estão vinculados às condições climáticas, ou seja, evite ir ao Cerro Catedral em um dia de muito vento.

O valor do teleférico é pago à parte das atividades. Para saber os valores das atividades e do teleférico, basta entrar na página oficial da empresa Catedral Alta Patagônia: clique aqui.

Abaixo compartilho dpois vídeos da Catedral Alta Patagonia (Bóias e snow bus):

Snow Bus (tour com o pisa-pistas):

Aproveito para comentar que quem desejar receber as novidades para a próxima temporada de inverno, é só enviar um email a sabrinapoinho@gmail.com.

Se você viajará por agora à Bariloche e deseja organizar os passeios,  para ser atendido e tirar todas as dúvidas é só comparecer à rua Villegas 237.

Horários: das 9 às 13 hs e das 17 às 21 hs (de segunda a sábado).

Esperamos por vocês em Bariloche!

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. É formada em Bariloche como a primeira guia regional da Patagônia. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há quase 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração…