Conheça “El Bolson”, uma cidade encantada entre os vales da cordilheira.

“El Bolson” é uma cidade que está a uns 120 km de Bariloche indo em direção sul pela rota 40, ambas pertencem a Provincia de Rio Negro. Tem este nome juntamente por estar localizada em um vale rodeada de morros, um deles é o imponente “Piltriquiton”, um dos responsáveis por gerar um microclima especial no lugar por protegê-lo dos fortes ventos. Por esta razão nesta cidade existem vários pequenos produtores agrícolas e chácaras, especialmente as de frutas finas (frambuesa, cerejas, amoras, morango, blueberries, etc) e de lúpulo, não é a toa que nesta região existem fábricas de cerveja artesanal, a mais conhecida tem o mesmo nome da cidade, que pode ser encontrada em vários restaurantes e supermercados de Bariloche.

“El Bolson” é um lugar conhecido também pela ideologia de seus habitantes, que são pessoas que procuram viver em harmonia com a natureza e buscam sua subsistência de maneira simples, realizando artesanatos, com o cultivo orgânico da terra, e claro, o turismo de alguma maneira tem sido nos últimos anos um fator importante para a economia local. Uma das principais atrações do lugar é uma feira “hippie” de produtos típicos (geléias, cerveja artesanal, chocolates, artesanatos, roupas, etc) que é realizada nas terças, quintas e nos sábados.  Podemos notar quando visitamos “El Bolson” que alguns habitantes (no total a cidade possui uns 20000) e principalmente os feirantes tentam manter a mesma ideologia “hippie” dos anos 70. É interessante notar na feira uma mistura de influencias de “Woodstock” com a cultura local de origem indígena (mapuche) e patagônica.

Além de toda a parte cultural da cidade, outra grande atração da região é a natureza e suas espetaculares paisagens, podemos apreciar rios de águas cristalinas, lagos de origem glaciária, montanhas e bosques nativos. São vários os lugares aonde podemos fazer trilhas de diferentes dificuldades. Uma delas é o fácil caminho até o “Cerrito Amigo”, da onde podemos ter uma visão panorâmica de toda a localidade de “El Bolson”. No verão, como em Bariloche, além de caminhadas, é possível realizar moutain bike, rafting, cavalgadas, desfrutar das pequenas praias de lago, escalada e parapente. No inverno, a maior atração é o “Cerro Perito Moreno”, uma pequena estação de ski bem familiar e sem luxos, muito pouco conhecida pelos brasileiros.

Vista desde o “Cerrito Amigo”
Refugio “Perito Moreno” no inverno
Conhecer esta cidade é uma opção interessante de excursão para ser feita desde Bariloche nesta época e principalmente  no verão, indicada para quem gosta de conhecer outras culturas e realizar um turismo mais alternativo.

O horário é das 8:30 as 18:30 com saídas às tercas, quintas e sábados (vai e volta no mesmo dia). O passeio tradicional em van com um guia a “El Bolson” também vai ao povoado “Lago Puelo”, um lugar pacato e tranquilo aonde se encontra o Parque Nacional “Lago Puelo”, que está localizado dentro da Província de Chubut (El Bosson pertence a Rio Negro como Bariloche).

Qualquer dúvida sobre este e outros passeios e para marcar um horário comigo na agência é só entrar em contato pelo email: sabrinapoinho@gmail.com ou pelo whatsapp: +54 294 4331745.

Uma linda semana para todos!

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

Deixe uma resposta