Passeios curtos e independentes em Bariloche

Depois de fazer várias excursões maravilhosas e estar com aquele “cansaço bom”, geralmente os turistas gostam de fazer passeios curtos para descansar um pouquinho. Alguns lugares de Bariloche são ideais para conhecer sem precisar de muito tempo, abaixo estão alguns deles:
 

Começo pelo histórico Centro Cívico. É a praça principal da cidade, considerada Monumento Histórico Nacional, onde se encontram obras arquitetônicas construídas com pedras e madeira no ano 1940, época na qual a cidade de Bariloche começou a fazer suas políticas de crescimento para incentivar a chegada do turismo. Aí se encontram a Sede Municipal, a Secretaria de Turismo, uma delegacia, o Museu da Patagônia (interessante para se visitar) e uma sala de exposição de artes chamada Emilio Frey. Perto dos arcos do Centro Cívico, na esquina da Rua Mitre e Psj, Gutierrez é possível fazer um mini city tour com o “tren de la alegria”, pela zona urbana do centro, durante uma hora e meia. Este passeio tem várias saídas durante o dia e passa pelas principais construções históricas da cidade.

Foto: EMPROTUR

Outra opção é cruzar os Arcos do Centro Cívico e caminhar pela Rua Mitre, onde se encontra o principal comércio da cidade. Aí estão concentradas as principais chocolatariase lojas de souvenir de Bariloche. A rua paralela por cima, chamada Moreno, também é interessante para caminhar e fazer compras, na esquina desta com Rua Villegas tem uma feirinha de artesanatos.

Conhecer a confeitaria giratória do Cerro Otto é outro passeio para se fazer numa manhã ou tarde. Esta impressionante confeitaria gira a 360° bem lentamente e as mesas estão juntas à grandes janelas para que o turista possa ter uma vista de todos os pontos da cidade. No inverno este lugar também oferece atividades como ski bunda e caminhadas com raquetes, no caso de ter certa quantidade de neve acumulada.  Desde o centro a empresa do teleférico Otto oferece ônibus de graça de ida e volta até a base onde se tomam os teleféricos para subir até a confeitaria. Este transporte sai de dois pontos do centro: Rua Mitre esquina com Villegas e Rua San Martin, esquina com Pagano.

 

No Km 1,2 da Avenida Bustillo está o Museu do Chocolate, administrado pela empresa Havanna. Ao entrarem no museu, começa uma visita guiada, onde se conta toda a história do chocolate, desde a época dos Astecas, passando pelas fazendas de cacao da Bahia e chegando à história atual. Com direito a degustação de um delicioso chocolate quente! No meio também, os visitantes podem presenciar enormes esculturas de chocolate e os trabalhadores da fábrica produzindo estas delícias.

Para fazer um “Happy Hour” diferente, que tal visitar o Bar de Gelo? Este lugar se encontra na Rua España 476, no centro. São 90 metros quadrados de um ambiente onde tudo é gelo, mesas, cadeiras, copos, a barra, esculturas e paredes. Possui drinks especiais, exibição de vídeos e uma decoração moderna. Antes de entrar, o lugar brinda capas térmicas especiais para cada visitante, já que a temperatura aí dentro está abaixo dos 0°. Mas existe um setor seco e quentinho ao lado, como um “pré-bar”, onde também oferecem bebidas quentes.

Para os que gostam de caminhar pelo bosque, podem pegar um ônibus numero 20 e descer na zona do Hotel Llao Llao. Chegando aí, que é o ponto final, tem que caminhar uns 500 metros até a zona do Parque Municipal Bosque Llao Llao. Este parque está metido em parte da região do circuito chico e possui várias trilhas espalhadas  onde se conhecem  bosques,  praias e até se pode subir uma pequena montanha (Cerrito Llao Llao). A trilha mais conhecida se chama “Sendero Fundación” ou “Sendero de los Arrayanes”, que tem 4 Km de distancia por dentro do bosque. O lugar está cheios de placas dando informação, não se preocupem. Por dentro desta trilha se chega  a um bosquezinho de “Arrayanes” e mais na frente em uma prainha. No final se chega a um mirante para o lago Moreno e para os Morros Lopez e Capilla. Um lindo passeio para ter contato com a natureza.

A última dica é sair para patinar no gelo, uma boa idéia para quem está com crianças. No centro tem duas pistas, uma na Rua Mitre, ao lado da famosa chocolataria Rapa Nui, chamada “Pista Uno” e outra na Rua Juan Manoel de Rosas, quase em frente ao Centro Cívico, chamada “Neviska”.

No início da Av. Bustillo, saindo do centro, está o “Cerro Viejo”, onde é possível ascender usando um teleférico até um mirante com confeitaria. A descida pode ser realizada através de um divertido tobogã gigante ou caminhando por dentro do bosque, onde é possível chegar até o “Museo  del  Montañes”, em homenagem aos pioneiros de esqui de Bariloche. O lugar funciona até as 19 hs

Existem outras opções de museus, caminhadas, etc, mas acho que estas são as principais.

 

Espero que possam conhecer todas e aproveitar ao máximo a viagem a Bariloche!
Até mais!

 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

8 pensamentos

  1. Sabrina,
    Adorei o seu blog.
    Estou indo para Bariloche de 12 a 22/12/2015 e tinha ,muitas ideias de passeios mas agora, depois de ver suas dicas, vou curtir mais a cidade.
    Se fosse possível, gostaria que me mandasse sugestões de passeio (adultos com 1 adolescente e uma criança) pois ainda não fechei nada e quando chegar procuro a agência ou vamos nos falando por aqui.
    Adorei mesmo e fiquei bem mais empolgada!!!
    Bjs
    Andreia

  2. Bom dia Andreia, obrigada!

    Vai dando uma olhadinha nas dicas de roteiros aqui no blog e quando vocês chegarem a Bariloche, nos encontramos pessoalmete para organizar tudo e para que eu possa lhes explicar bem sobre os passeios e atividades. Há poucos dias divulguei uma postagem com descontos.

    Nesta época eu estou marcando horário com as pessoas que desejarem receber atendimento na agência, se estiver interessada, por favor, me envie um email a sabrinapoinho@gmail.com para combinarmos um horário, de acordo à chegada de vocês.

    Beijos e espero por vocês!

  3. Bom dia Marcos, obrigada!,

    Que eu saiba, nao tem um horário especifico, é um parque que nao tem uma entrada específica e sim várias trilhas pelo circuito chico, passando o hotel Llao Llao. Quando chegar a Bariloche, poderá pegar um mapinha desse parque na “Intendencia del Parque Nacional Nahuel Huapi”, que está bem atrás do Centro Cívico.

    Um abraço

  4. Boa noite Sabrina me Chamo Rodrigo Rocha estarei indo para Bariloche no começo de Junho, enviei um email á você para conversarmos sobre passeios, pretendo ir até vocês quando chegar em Bariloche. obrigado.

Deixe uma resposta