Noche de Vinos – degustação de vinhos argentinos

A agência Destino Sul e a tradicional vinoteca Patagonia Vinos oferecem a Noche de Vinos, degustação que apresenta 3 vinhos de 3 regiões argentinas, entra elas a patagônica

Noche de Vinos
Noche de Vinos (Patagonia Vinos)

É com muito orgulho que apresentamos esta nova experiência em Bariloche para o público brasileiro amante do vinho e para os que estão entrando neste mundo há pouco tempo. A Noche de Vinos foi idealizada numa parceria da agência Destino Sul com a vinoteca Patagonia Vinos. A curadoria de vinhos e coordenação do evento está aos cuidados de Anabella Alcuaz, proprietária da Patagonia Vinos, sommelier e educadora em vinhos diplomada pela Wine & Spirit Education Trust (WSET).

Sabrina Sainz de Vicuña, Anabella Alcuaz, Vanessa Olivatti e Andrea Canavino en Patagonia Vinos
Degustação de vinhos em Bariloche, com Anabella Alcuaz,
proprietária da Patagonia Vinos e diplomada WSET

A nossa Noche de Vinos é uma degustação que vai apresentar 3 vinhos de 3 regiões argentinas, sendo uma delas a Patagônia, afinal, é a região onde se localiza Bariloche.

A região patagônica se mostrou uma das mais novas promessas entre os vinhos do Novo Mundo. Muito menos conhecida entre os brasileiros e o restante do mundo que Mendoza, por exemplo, a Patagônia já tem uma série de vinhos espetaculares e com altíssima pontuação entre os críticos especializados.

Como é a Noche de Vinos em Bariloche

A Noche de Vinos começa às 19h30, devendo os participantes estar pontualmente na vinoteca Patagonia Vinos a esta hora. Não serão permitidos menores de 18 anos. A proposta é reunir amantes do vinho de todos os níveis de conhecimento para degustar vinhos argentinos, conversar e compartilhar o momento em um clima descontraído. São somente 14 lugares por noite!

Na degustação serão apresentados 3 vinhos de 3 províncias de diferentes regiões argentinas: Mendoza (Cuyo), Salta (Norte) e Neuquen (Patagônia). Para acompanhar os vinhos, uma picada argentina (queijos e frios) que será servida em porções individuais.

A Noche de Vinos vai até as 21h, durando cerca de 1h30. Encerrada a degustação, os participantes ainda poderão aproveitar para conhecer a Patagonia Vinos até as 22h, explorar sua vinoteca e adquirir vinhos, se assim o desejarem.

Patagonia Vinos

Localização: a vinoteca Patagonia Vinos fica na Rua San Martín, 586, no Centro de Bariloche.

Dica 1 – Leve para o Brasil uma caixa com 6 variedades de vinhos argentinos

É permitido levar no avião uma caixa com 6 garrafas de vinhos, que embalam com toda segurança para o vôo na Patagonia Vinos. A vinoteca conta promoções que costumam variar de 20% a 30% de desconto para estas caixas, que podem ser todas do mesmo rótulo ou de rótulos variados.

Dica 2 – Que tal um belo jantar depois da Noche de Vinos?

Recomendamos a Noche de Vinos após um dia de passeio que não acabe muito tarde (a maioria deles) e como uma intro para a noite, que pode finalizar com um belo jantar em um dos encantadores restaurantes de Bariloche. Passeio > Noche de Vinos > Jantar. É assim que se fazem dias perfeitos, não?!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é IMG_20190416_1924419183-1-1024x762.jpg
Bate papo com o Juan Carlos, que trabalha na Patagonia Vinos há 15 anos e há 40, se dedica ao mundo dos vinhos.

Promoção da Destino Sul: ganhe um Malbec Saurus da Patagônia

Como nós aqui do Bariloche para Brasileiros e da agência Destino Sul também somos apaixonados por vinhos, pensamos em dar um presente para os nossos queridos clientes que fizerem a reserva de apenas 3 passeios em nosso site destinosul.com.br, mais o Noche de Vinos, claro!

Após uma boa pesquisa pelo melhor custo/benefício, decidimos presenteá-los com uma garrafa de um delicioso Malbec argentino da Patagônia: o Saurus malbec, da Família Schroeder. Claro que tinha que ser um vinho patagônico!

Promoção Noche de Vinos
Clique na imagem e aproveite esta promoção!

A promoção é válida por grupo familiar (ou de amigos). Mas é claro que nos preocupamos com grupos maiores e queremos que todos possam brindar e celebrar sua viagem a Bariloche! Então fizemos assim: grupos de 1 a 5 pessoas ganham 1 garrafa; grupos de 6 a 10, ganham 2; e grupos de 11 pessoas ou mais ganham 3 garrafas. Para brindar em Bariloche ou levar de recordação! Aproveite, pois a promoção vale apenas enquanto durarem os nossos estoques.

Porque conhecer os vinhos da Patagônia

A região patagônica se mostrou uma das mais novas promessas entre os vinhos do Novo Mundo. Muito menos conhecida entre os brasileiros do que as já afamadas Mendoza ou Salta, a Patagônia já tem uma série de vinhos espetaculares e com altíssima pontuação entre os críticos especializados. Vem por isso despertando grande curiosidade e interesse.

Os vinhos patagônicos também são muito mais raros e difíceis de achar no Brasil, diferentemente de outras regiões argentinas, que encontramos em qualquer restaurante do Brasil, lojas de vinhos e até supermercados. Por isso, a Noche de Vinos é uma grande oportunidade de poder experimentar e levar para o Brasil vinhos patagônicos. Na Patagonia Vinos tem uma equipe capacitada para te assessorar a escolher os melhores vinhos, de acordo ao seu gosto e perfil.

Ruben, sempre preocupado em conhecer o gosto dos clientes para recomendar o melhor vinho para cada perfil.

Não se esqueça de fazer a sua reserva de passeios com a gente em:

www.destinosul.com.br

Entre em contato por email e receba nossa guia completa de reservas antecipadas de Bariloche, com os valores dos passeios e dicas de roteiros.

Contato: atendimento@barilocheparabrasileiros.com.br

Saúde e um brinde ao nossos leitores!

Alejandro Sainz

Autor: Alejandro Sainz

Alejandro é irmão da Sabrina e sócio-diretor do Bariloche para Brasileiros. Músico e publicitário brasileiro e argentino, nasceu em Buenos Aires, mas cresceu e vive no Rio de Janeiro. Ficou tão deslumbrado quando conheceu a Patagonia e Bariloche, que compôs uma música chamada “Patagonia” com sua banda de rock, que virou disco e videoclip realizado apenas com filmagens da região. Seu lugar preferido é a estepe patagônica. Também é louco pelas cervejas artesanais, chocolates e tudo que é “ahumado” (defumado) da região: comida, cerveja, molhos etc.

Deixe uma resposta