Valores dos passeios em Bariloche a partir de janeiro 2018

Saiba aqui no blog quais os valores oficiais e tabelados dos passeios em Bariloche terrestres tradicionais e das navegações clássicas, que estarão vigentes a partir de 1° de janeiro de 2018

Os passeios em Bariloche clássicos, que são realizados em todos os meses, sofrem dois reajustes por ano. As tarifas são sempre modificadas a partir de 1° de janeiro e a partir de 1° de julho.

Novo: Reserve antecipadamente os passeios em Bariloche no verão, para saber os detalhes, clique aqui

 

Circuito Grande Bariloche
Anfiteatro, Circuito Grande

Valores dos passeios

Se você vai viajar a Bariloche em 2018 até o dia 30 de junho, estes são os valores dos passeios e excursões (valores em pesos argentinos, por pessoa):

  • Circuito Chico: AR$ 420 *
  • Tour para conhecer o Cerro Catedral: AR$ 420 *
  • Circuito Chico combinado com Cerro Catedral: AR$ 840 *
  • Vulcão Tronador: AR$ 1100 *
  • San Martin de Los Andes pela Rota dos 7 Lagos: AR$ 1350
  • Circuito Grande: AR$ 1150 *
  • El Bolson e Lago Puelo: AR$ 1100 *
  • Puerto Blest e Cascada Los Cantaros: AR$ 1140 (navegação) / AR$ 250 (transfer ao porto, opcional) / AR$ 460 (navegação opcional no Lago Frias) **
  • Isla Victoria e Bosque de Arrayanes: AR$ 1140 (navegação) / AR$ 250 (transfer ao porto, opcional) / AR$ 480 (área vip, opcional)**

* Os valores dos passeios em Bariloche tradicionais terrestres são estipulados pela Associação de Agências de Viagens de Bariloche. Crianças a partir de 4 anos pagam a mesma tarifa de um adulto. Os valores não incluem gastos extras como teleféricos (Circuito Chico e Cerro Catedral), nem o ingresso ao parque Nacional (Vulcão Tronador e El Bolsón e Lago Puelo).

**Nas navegações, é obrigatório pagar no Porto Pañuelo uma taxa de embarque e ingresso ao Parque Nacional. Crianças de 5 a 11 anos pagam a metade do valor da navegação. Menores entre 0 a 4 anos não pagam a navegação e o transfer ao porto. Valor atual do ingresso ao Parque Nacional: AR$ 250 / De 6 a 12 anos: AR$ 60 / Taxa de embarque: AR$ 50 (todas as idades).

Contrate seus passeios em Bariloche com agências de turismo com guias habilitados

Para sua segurança, ao contratar uma excursão, prefira empresas sérias que possuem guias habilitados pelo Parque Nacional e transportes registrados em Turismo. Contrate com as agências de turismo, que são as empresas que legalmente podem vender excursões e atividades. Valorize os trabalhadores idôneos e a sua própria segurança.

Isla Victoria
Isla Victoria

As tarifas dos passeios em Bariloche vigentes até o dia 31 de dezembro estão também aqui no blog, para conferir é só clicar aqui.

Para ver quanto está a cotação oficial do Real na Argentina: clique aqui

Vale a pena esclarecer que os passeios exclusivos de inverno sofrem anualmente um reajuste. Os valores também são tabelados em pesos argentinos. No link acima, é possível ver as tarifas do inverno passado para se ter uma ideia. Os valores para o ano que vem provavelmente sofrerão um reajuste de cerca de 20%.

Bariloche para Brasileiros cada vez melhor

Aproveito para comentar que estou envolvida numa série de projetos para melhorar cada vez mais o blog e o nosso atendimento aos brasileiros. Por isso estou meio sumidinha. Quem acompanha o blog pelo menos desde o último inverno já pode perceber as melhorias. Mas muito mais vem por aí. Aguardem as novidades.

Se você vai viajar a Bariloche, não deixe de me escrever para receber todas as novidades para o ano que vem sobre Bariloche e o meu trabalho. O meu email é sabrinapoinho@gmail.com. Você pode se inscrever clicando aqui para receber as melhores dicas para programar sua viagem a Bariloche.

Muita obrigada a todos que deixaram os seus depoimentos e compartilharam as fotos de quando estiveram em Bariloche. Se você  gostou do blog e/ou conhece Bariloche, deixe também o seu depoimento. É só clicar aqui.

Collage 2016-11-03 13_02_55.jpg
Fotos da Flavia Duarte, que amou Bariloche. Até a próxima!

 

 

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. É formada em Bariloche como a primeira guia regional da Patagônia. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há quase 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração…

2 pensamentos

  1. Olá Sabrina, me chamo Morgana. Tudo bem? Gostaríamos de ir para Bariloche em Julho de 2018 e ficar 5 noites,não temos a menor ideia de programação e temos medo de errar nas escolhas em relação ao pouco tempo que teremos. Queríamos alguém que pudesse nos indicar uma agência para organizar isso. Você tem agência ou poderia nos indicar alguma?

    1. Bom dia Morgana.

      Eu trabalho com turismo em Bariloche e estou com vários projetos para o ano que vem, mais adiante estarei divulgando aqui no blog as novidades sobre isso. Também estarei enviando aos meus contatos por email. S desejar, me envie uma mensagem a sabrinapoinho@gmail.com para que eu possa incluir você no listado para enviar as novidades da agência e do emu trabalho. Conte comigo para organizar os seus dias em Bariloche, nao se preocupe. Beijos

Deixe uma resposta