Quais passeios fazer em Bariloche no mês de outubro?

Geralmente quem viaja a Bariloche em outubro tem dúvidas, se ainda é possível ter contato com a neve, quais passeios fazer e até quando o Cerro Catedral funciona para esquiar. Estes são os assuntos de hoje do blog.

Outubro começou com uma semana de chuva e nevadas nas montanhas, mas já quase todas as atividades de inverno já deixaram de funcionar. Igualmente existem várias opções de passeios que são realizados em qualquer época do ano. Alguns deles: Circuito Chico, vulcão Tronador, San Martin de Los Andes pela rota dos 7 lagos e as navegações Isla Vctoria e Bosque de Arrayanes ou Puerto Blest e Cascata Los Cantaros.

1017722_567551623291372_470957718_n
Cerro Campanario

Existe um passeio típico de inverno que é feito ainda em outubro, onde é possível ter contato com a neve, fazer trilha e ski bunda. É a caminhada a Lagoa Congelada, uma ótima atividade para quem curte a natureza e gostaria de ter contato com a neve no início de outubro. Saiba mais sobre este passeio clicando aqui.

valle 1-10
Foto: Refugio Neumeyer (Valle del Challhuaco)

A empresa que administra o Cerro Catedral comunicou em sua página oficial que estará permitido esquiar até o dia 8 de outubro, no setor ao sul da montanha. Até o dia 25 de outubro será possível realizar algumas atividades como ski bunda, caminhada com raquetes e deslizar com as boias (donas), sempre de acordo às condições climáticas. Quando há ventos fortes os meios de elevação fecham por segurança.

É possível conhecer o Cerro Catedral fora do inverno e a principal atração neste caso é passear de teleférico para curtir a paisagem e chegar à alta montanha.

Quem quer aprender a esquiar eu não recomendo que venha a Bariloche no final do inverno ou início da primavera, já que as opções de pistas são bem reduzidas, ainda mais para quem é principiante.

É possível conhecer o Cerro Catedral fora do inverno e a principal atração neste caso é passear de teleférico para curtir a paisagem e chegar à alta montanha.

cate out 2
Foto: Catedral Alta Patagonia (outubro de 2016)

Como passeio noturno, é possível que o Refúgio Berghof  (que está em um dos setores do Cerro Otto) ofereça  ciclos culturais com jantar na montanha, talvez com uma frequência de uma vez por semana agora em baixa temporada.

Aqui no blog é possível encontrar dicas de roteiros para todas as épocas do ano, para conhecer clique aqui

Como podem ver, opções de passeios para quem viaja fora do inverno não faltam. Como eu sempre digo aqui no blog, Bariloche não tem só a neve para oferecer, suas maravilhosas e impactantes paisagens valem a viagem!

Mudando de assunto, aproveito para comentar que o blog ainda está em processo de ser acomodado. Como eu comentei na postagem anterior, esta página foi transferida de plataforma, do Blogger ao Worpress. Espero que estejam gostando da nova cara do blog!

Não deixem de me escrever para entrar na minha lista de contatos e receber as novidades sobre Bariloche e para a próxima temporada de inverno.

Até a próxima!

Contato: sabrinapoinho@gmail.com

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. É formada em Bariloche como a primeira guia regional da Patagônia. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há quase 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração…

2 pensamentos

  1. Oi Sabrina! Adorei as dicas! Dia 8 de outubro estaremos aí e espero curtir todas as suas dicas!

    1. Boa tarde Cris, que bom!

      Espero que você aproveite muito a sua viagem a Bariloche e qualquer coisa é só nos procurar na agência, que está na Rua Villlegas 237.

      Boa viagem!

Deixe uma resposta