Noite de Natal e Ano Novo em Bariloche, algumas opções de jantares especiais

 

Falta pouco para as festas de fim de ano e muitos que me escrevem me perguntam se vale a pena passar estas datas em Bariloche. A resposta vai depender muito do que cada um esteja buscando, se algo mais tranquilo ou mais agitado. Para quem quer viajar e passar estas datas sem muita badalação e deseja passear, descansar e curtir a natureza, Bariloche seria uma ótima opção. Mas é claro, que mesmo buscando um lugar mais tranquilo todos querem passar uma noite especial nos dias 24 e 31 de dezembro, neste caso o que oferece a cidade são alguns jantares especiais realizados por alguns hotéis e restaurantes. Para quem irá chegar por estas datas, é sempre bom entrar em contato com o lugar aonde estarão alojados perguntando se o lugar oferecerá algum jantar especial, geralmente os hotéis de maior categoria são os que realizam este tipo de evento.

 

Para quem não tem idéia do que fazer nas noites do dia 24 e 31 de dezembro em Bariloche, lhes comento alguns lugares que oferecerão jantares especiais, cujos valores devem estar oscilando entre uns 50 e 300 dólares: Restaurante El Galpon de Salo (opção mais simples e econômica), Hotel Llao Llao (creio que deve ser a opção mais cara), Restaurante da Familia Weiss, Hotel Design Suites, Hotel Villa Huinid (vou passara noite de natal aí com o meu marido), Hotel Alma del Lago, Restaurante Bokado (está longe do centro perto do Llao Llao), Restaurante El Patacon (um dos mais tradicionais de Bariloche, que está de frente para o lago).

 

 

Com relação aos passeios, nos dias 24 e 31 de dezembro os mais tradicionais estarão sendo realizados normalmente, nos dias 25 de dezembro e 1° de janeiro estaremos realizando somente os passeios ao Vulcão Tronador (horário excepcional a partir 10 hs) e San Martin de Los Andes por 7 lagos (horário excepcional a partir das 9 hs). Até o dia 31 de dezembro os valores oficiais em pesos dos passeios são os que estão aqui no blog, a partir do dia 1° de janeiro ocorrerá um reajuste de preços, em breve estarei divulgando esta informação.

 

Para marcar um horário comigo na agência para reservar os passeios e outras consultas, basta entrar em contato através do email: sabrinapoinho@gmail.com

 

Espero por vocês!

Autor: Sabrina Poinho

Sabrina, autora e fundadora do Bariloche para Brasileiros, é barilochense e carioca de coração, mas mineira de nascimento. Se formou em Bariloche como guia regional da Patagônia, se tornando a primeira brasileira a ter este título. É louca com a gastronomia de Bariloche e só sendo louca por vôlei também para tentar manter a forma com tanta comida boa no friozinho patagônico. Está casada e mora em Bariloche há mais de 10 anos por culpa de um argentino que é físico atômico e irradiou o seu coração...

6 pensamentos

  1. Bom dia!! é cedo para planejar uma viagem a Bariloche para Julho de 2015 ? Pretendo ficar alguns dias em Buenos Aires e o restante em Bariloche, o que você me indica fazer, pra conseguir isso, comprar passagens e hoteis separados, ou por uma agencia de viagens?

  2. Bom dia!

    Se você quiser organizar a sua viagem de maneira independente (me parece interessante), seria bom que você que já comece a pesquisar de hotéis e passagens aéreas por internet em páginas como decolar, booking, expedia, submarino, trip advisor ou chamando as companhias aéreas, Aerolineas Argentinas e Lan, que são as que chegam até Bariloche.

    Quanto antes você pesquisar melhor a possibilidade de encontrar um melhor preço. Também é sempre bom contratar agum seguro viagem como o da Travel Ace, por exemplo, esta empresa tem sede aqui em Bariloche e inclusive no Cerro Catedral.

    Outra opção é contratar um pacote com alguma agência que inclua hotel, alojamento, traslado e seguro, recomendo que não inclua nenhum passeio no pacote e que deixe para definir a sua programação em Bariloche. Ao comprar com uma agência aí no Brasil, cuidado com as tarifas em dólares, pergunte bem os valores de cada coisa por separado e detalhes do que você estará pagando.

    Outra vantagem de contratar os passeios aqui em Bariloche é que poderão trazer os dólares e reais para trocar no câmbio paralelo (convém mais) para realizar diretamente o pagamento. Quando compram algum passeio estando no Brasil, as agências cobram a tarifa oficial em dólar e convertem ao real. Um exemplo: no câmbio de hoje, se você tiver 1 dólar, aqui na Argentina o mesmo está valendo uns 12 pesos no paralelo e no Brasil, ao câmbio oficial, 1 dólar está valendo uns 8,50 pesos. Imagina só, ao trazer o dinheiro para gastar aqui você estaria ganhando neste momento 3,50 pesos a mais por dólar. Lembrando que aqui na Argentina as notas de 100 e 50 dólares são mais valorizadas no câmbio paralelo.

    Recomendo que pesquise bem várias opções, as diferenças de preços podem ser grandes, geralmente viajar de forma independente comprando um pacote da decolar, por exemplo, sai mais barato do que comprar um pacote da CVC.

    Com a passagem e o hotel comprados, quando você chegar a Bariloche poderá organizar as excursões.Eu trabalho em uma agência em Bariloche com vendas e reservas de passeios e atividades. Se desejar, poderíamos nos encontrar pessoalmente quando você chegar a Bariloche para organizar bem os dias nos quais estará na cidade, de acordo ao clima e ao seu perfil.

    Qualquer outra consulta é só me escrever, se preferir via email: sabrinapoinho@gmail.com

    Abs

  3. Boa tarde. Eu irei passar o natal em Bariloche esse ano e gostaria de saber como é o horário de funcionamento das lojas nesse período. Além disso, se possível, gostaria de saber se o parque estará aberto para o passeio no Cerro Tronador no dia 25. Desde já, agradeço!

  4. Bom dia! Muitas lojas que se localizam na Rua Mitre abrirao, mas nao todas, inclusive o horário varia muito e cada comerciante estipula quando abrir ou fechar. O passeio ao Tronador sai no dia 25, geralmente 11 hora mais tarde. Se desejar, me envia um email na véspera da sua viagem para que possamos marcar um horário na agência e organizar os passeios confirmando bem os horários. O meu email é sabrinapoinho@gmail.com

    Abs

  5. Ola, me chamo Fernando estou criando uma página e um canal no YouTube das minhas viagens, sou viciado! Rsrs e estamos de RoadTrip marcada para Dezembro com a ideia de passar o natal aí, esses lugares que indicou ainda fazem programação natalina? E onde podemos conversar quando chegar aí? Para me passar as dicas de uma viagem superrrrrr econômica kkk estou no aguardo!

  6. Bom dia Velter, esses lugares seguramente farao os jantares neste ano também, mas já te aviso que nao sao nada econômicos, rsss.

    Já posso te comentar por aqui sobre uma viagem mais econômica a Bariloche, apesar de nao ser uma cidade barata:

    – A cidade oferece vários albergues, dá uma pesquisada no Booking ou Trivago.

    – Como atividades econômicas poderá realizar trilhas por conta própria, as mais simples poderá fazer no Parque Municipal Llao Llao e as mais longas aos refugios de montanha, neste caso deverá se cadastrar no parque Nacional e buscar mais info no Club Andino.

    – Poderá se locomover para alguns lugares de ônibus publico, é só comprar o cartao que se chama SUBE. Temum ônibus que vai ao Cerro Catedral também também e o numero 20 a Llao Llao.

    – Recomendo o La Fonda del Tio, como um restaurante mais popular, bom e barato. O vegetariano Ren também é boa opcao mais econômica e saudável. Tem um fast food que vende comida que se chama Rock Chicken.

    – Apesar de ter que pagar, você também poderia ir conhecer a confeitaria giratória do teleférico do Cerro Otto, subir o teleferico do Catedral e do Cerro Campanario, em todas as bases destas montanhas poderá chegar de ônibus, sendo que o Teleferico Cerro Otto oferece transporte gratuito.

    Creio que estas seriam as principais dicas que eu te daria para fazer uma viagem econômica a Bariloche, dá uma pesquisada aqui no blog sobre os lugares e em outras páginas, chegando aqui com um mapa seguramente você poderá ir se organizando. Na secretaria de turismo do Centro Cívico poderá adquirir mapas e também tirar dúvidas.

    Um abraço

Deixe uma resposta